Cai nº de atropelamentos no centro de São Paulo

A primeira avaliação da Campanha de Proteção ao Pedestre indica que o número de pessoas atropeladas caiu de 2010 para este ano. Entre 11 de maio e 30 de junho, foram 61 atropelados no centro, contra 96 no mesmo período do ano passado.

O Estado de S.Paulo

06 Outubro 2011 | 03h02

O número de mortos por atropelamento também caiu no centro, primeira região alvo da campanha. Foram dois no período analisado, contra sete em 2010. Se a projeção é estendida para toda a cidade, considerando os mesmos 51 primeiros dias da campanha, o total de atropelamentos também está menor. Foram 981 atropelamentos em 2011, ante 1.061 em 2010.

Uma das principais frentes de ação da Prefeitura foi a aplicação de multas a quem desrespeita a faixa. Nesse quesito, o centro foi a região que mais teve multados: 6.310. Em último lugar, ficou a zona oeste, com 1.067. Com as zonas norte (2.304), sul (3.767) e leste (2.940), a CET aplicou 16.388 multas até o último dia 30.

Mas o balanço não traz só dados positivos. Entre janeiro e junho deste ano, mais pessoas morreram atropeladas na cidade. Foram 325 neste ano, contra 313 no primeiro semestre de 2010.

E o total de mortes no trânsito também cresceu: de 685 em 2010 para 714 agora. Os números levam em conta a cidade toda - não apenas a área da campanha - e extrapola o período das ações da CET. / BRUNO RIBEIRO

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.