Cães farejadores encontram duas toneladas de maconha sob açúcar

Caminhão transportava a carga pela Raposo Tavares e foi parado em rodovia por policiais que desconfiaram do nervosismo do motorista

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

05 de outubro de 2016 | 21h15

SOROCABA - Dois cães farejadores descobriram duas toneladas de maconha sob uma carga de açúcar, nesta quarta-feira, 5, na rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Sorocaba, interior de São Paulo. A carreta que transportava a droga foi parada em um posto de policiamento rodoviário no km 110 da rodovia. 

O veículo levava trinta toneladas de açúcar a granel, mas os policiais desconfiaram do nervosismo do motorista. Ele apresentou contradições ao informar sobre origem e destino da carga.

Os rodoviários pediram ajuda ao canil de animais farejadores da Guarda Civil Municipal de Itu. Um labrador e um pastor belga foram levados até o local e, de imediato, farejaram a droga. O açúcar foi descarregado, revelando os 'tijolos' de maconha embalados sob a carga. 

O motorista que levava a carreta e outro que dava cobertura ao transporte foram levados ao Departamento da Polícia Federal, em Sorocaba. Eles disseram que a droga foi embarcada em Ponta Porã (MS), na fronteira com o Paraguai, e seria levada para Santos. Os suspeitos foram autuados por tráfico internacional de entorpecentes. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.