Cadete morre depois de ser ejetado de aeronave

Um cadete da Força Aérea Brasileira (FAB) morreu na manhã de ontem, em Pirassununga, após ser ejetado da aeronave ainda em solo, durante treinamento. O cadente André Rodrigues Silva, de 22 anos, fazia manobras e se preparava para decolar. Ele pilotava um Tucano T-27, modelo também usado pela Esquadrilha da Fumaça. No momento do acidente, a aeronave estava próxima da cabeceira da pista de decolagem, segundo o Comando da Aeronáutica. Silva tinha mais de 100 horas de voo e era de Brasília.

O Estado de S.Paulo

05 de junho de 2012 | 03h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.