Cachorro é espancado até a morte em Jaú, interior de SP

Testemunhas afirmam que jovens atraíram animal com brincadeiras para torturá-lo

Solange Spigliatti, Estadão.com.br

14 de junho de 2012 | 12h19

SÃO PAULO - Um jovem foi detido nesta quarta-feira, 13, acusado de participar, com outros dois adolescentes, da tortura, espancamento e morte de um cachorro, na cidade de Jaú, no interior de São Paulo.

De acordo com testemunhas, os adolescentes atraíram o animal com brincadeiras e depois o espancaram, principalmente com golpes na cabeça. Quando perceberam que o cão havia morrido, arrastaram o corpo até o canteiro central da rua Lucindo Borgo.

Jonathan A. V., de 18 anos, e os dois menores, de 16 e 14 anos, foram localizados em suas residências pouco tempo depois, segundo a PM. O trio mostrou aos policiais onde abandonaram o cão.

Segundo a PM, o corpo de um gato, com sinais de espancamento sofrido durante a madrugada, também estava no local. O boletim de ocorrência foi registrado como abuso contra animais.

Os menores, segundo a PM, foram liberados, mediante comparecimento no Juizado da Infância e Juventude, e o maior de idade foi indiciado para comparecimento posterior no inquérito aberto. A Associação Protetora dos Animais de Jaú (Apaja) foi chamada para recolher os animais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.