Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Cachaça não é água

Coletiva ensina técnica para burlar a criptografia das redes

O Estado de S.Paulo

26 Fevereiro 2017 | 03h00

Você acorda no dia seguinte, abre o seu Facebook e encontra uma foto sua abraçado a uma garrafa de Catuaba. Seus amigos, colegas e chefes já estão curtindo a tal foto que você foi marcado. Vergonha, né!

Para evitar esse tipo de constrangimento, o coletivo Cryptorave está divulgando uma técnica de maquiagem capaz de evitar o reconhecimento facial do Facebook, Instagram e outros, evitando que você seja marcado em qualquer foto. O maquiador Rafael Trocatti mostra que é simples burlar a criptografia das redes.

Como o reconhecimento facial é composto de algoritmos que buscam nas fotos determinados padrões, o segredo é quebrar a simetria do rosto. Para isso, é preciso abusar do branco e preto e fazer alterações no nariz e nos olhos, confundindo os programas de reconhecimento facial. “É um assunto sério. A privacidade é um direto que deve ser respeitado em qualquer circunstância”, fala a jornalista Mariana Pita, uma das organizadoras da Cryptorave.

Mais conteúdo sobre:
Facebook Instagram

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.