Cabo Daciolo e mais 11 bombeiros presos em paralisação conseguem habeas corpus

A Justiça do Rio concedeu ontem habeas corpus a 12 bombeiros, presos durante a paralisação da categoria, no início do mês. Os soldados estavam detidos no Grupamento Especial Prisional (GEP) da corporação, na zona norte do Rio.

O Estado de S.Paulo

20 de fevereiro de 2012 | 03h01

O cabo Benevenuto Daciolo (foto), um dos líderes do movimento, foi um dos beneficiados. As informações foram confirmadas pelo plantão judiciário do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ). Na quinta, a Justiça do Rio já havia autorizado a transferência de 12 bombeiros e 10 policiais militares, indiciados por incitar o movimento grevista, que estavam presos na Penitenciária Bangu 1. Eles foram para as unidades prisionais de suas respectivas corporações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.