Cabo da PM morre com disparo acidental durante treinamento em Guarulhos

Soldado que atirou em meio a uma aula de instrução de tiro entrou em estado de choque e também teve que ser socorrido

27 Setembro 2012 | 15h09

SÃO PAULO - Um cabo da Polícia Militar (PM) morreu, na manha desta quarta-feira, 26, após um tiro acidental atingir sua cabeça durante um treinamento na Base da Força Aérea, em Cumbica, bairro de Guarulhos, na Grande São Paulo. O soldado que efetuou o disparo entrou em estado de choque e precisou ser socorrido no Hospital da PM.

 

O cabo Marcos Paulo Kneubauhl Cruz, do 43º Batalhão, na zona norte da capital, recebeu o tiro em meio a uma aula de instrução de tiro. Ele ainda foi socorrido no Hospital Geral de Guarulhos, mas não resistiu ao ferimento. De acordo com a PM, Cruz tinha 36 anos, era casado e estava há 16 anos na corporação.

 

O soldado que fez o disparo tem 19 anos. A PM informou que instaurou um Inquérito Policial Militar para apurar as circunstâncias da morte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.