Cabo da PM morre ao ser vítima de assaltantes no Guarujá

Segundo boletim de ocorrência, o cabo estava em um pagode e foi atingido por vários tiros

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

08 de janeiro de 2008 | 05h54

O cabo Oziel Magalhães de Lima, do 21º Batalhão de Policiamento Militar do Interior e um amigo, identificado como Alan Wiliam de Sena, foram atingidos por vários tiros, por volta das 10h30 da última segunda-feira, dia 07, durante um suposto assalto na Rua Antonio Baraçal, no bairro de Morrinhos, no Guarujá, litoral sul paulista. Segundo boletim de ocorrência, o cabo, que estava afastado do trabalho por motivo de doença, participava de um pagode com amigos quando dois homens em uma moto se aproximaram e supostamente anunciaram o assalto.  Oziel, que ocupava seu Monza, placas GLQ 4028, teria reagido. Ele e Alan foram baleados, mas só o colega do PM sobreviveu. Uma moto Honda CG-150, sem placas, foi abandonada no local. Três suspeitos foram detidos minutos depois pela PM e a participação deles no caso está sendo apurada.  A carteira das duas vítimas e a arma do policial teriam sido levadas pelos criminosos.

Tudo o que sabemos sobre:
caboPMpagode

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.