Cabo da PM é espancado por gangue no centro de São Paulo

Policial estava à paisana e foi violentamente espancado ao tentar defender pessoa que era atacada pelo grupo

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

08 de junho de 2008 | 13h50

Um cabo da Polícia Militar foi gravemente ferido por um grupo de supostos skinheads na madrugada deste domingo, 8, na Rua Augusta, no centro da capital paulista. Três suspeitos foram detidos.   De acordo com a PM, o policial estava à paisana e foi violentamente espancado ao tentar defender uma pessoa que era atacada pelo bando. O cabo levou golpes de cano e soco inglês, além de chutes e pontapés. Ele foi encaminhado ao pronto-socorro da Santa Casa de Misericórdia, onde passará por cirurgia plástica, devido aos graves ferimentos no rosto.   Um ciclista que passou pelo local avisou policiais que faziam ronda pela região. Ainda segundo a PM, cerca de 15 pessoas participaram da agressão e se dispersaram ao avistarem os policiais. O caso foi registrado no 4º Distrito Policial, da Consolação.

Tudo o que sabemos sobre:
skinheadsPolícia Militar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.