Cabeleireiro morre ao reagir a dupla que invadia sua casa na zona leste de SP

Com uma escada, bandidos tentaram invadir imóvel da vítima que morreu ao tentar desarmá-los

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

26 Maio 2011 | 04h57

SÃO PAULO - O cabeleireiro Edson da Silva Costa, de 40 anos, foi morto, com dois tiros, por volta das 22h30 desta quarta-feira, 25, ao tentar desarmar um de dois assaltantes que invadiam sua residência, localizada na Rua Lúcio de Arruda Leme, na Vila Rio Branco, a 350 metros do 24º Distrito Policial, da Ponte Rasa, zona leste de São Paulo.

 

Ao perceber que dois homens, com o uso de uma escada de alumínio, tentavam invadir a varanda do imóvel, Costa reagiu e foi baleado duas vezes, no peito e no braço direito, morrendo no local. A dupla, sem levar nada, segundo testemunhas teria fugido em um Gol preto em direção à avenida São Miguel. O caso foi registrado na delegacia local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.