Buscas às vítimas do vôo 3054 podem terminar nesta sexta-feira

Trabalho dos bombeiros é dificultado pelo risco de queda do edifício com o qual o avião se chocou

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

20 de julho de 2007 | 10h38

A busca às vítimas do acidente com o vôo 3054 da TAM pode terminar ainda nesta sexta-feira, 20. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, os trabalhos de remoção dos corpos do local eram feitos em três frentes. Uma por trás do prédio, com o resfriamento dos materiais e o combate aos focos de incêndio que ainda aparecem, outra com a retirada dos escombros e a terceira com uma equipe realizando as buscas dos corpos.   Lista de vítimas do acidente do vôo 3054  O local do acidente  Quem são as vítimas do vôo 3054  Histórias das vítimas do acidente da TAM  Galeria de fotos  Opine: o que deve ser feito com Congonhas?  Cronologia da crise aérea  Acidentes em Congonhas  Vídeos do acidente  Tudo sobre o acidente do vôo 3054   Os trabalhos eram dificultados pelo constante risco de que as paredes do galpão da TAM Express atingido pelo avião desabe. De acordo com o Cobom, cerca de 20% do prédio ainda não havia sido vasculhado.   O número de mortos no acidente com o vôo 3054 da TAM chega a 190 - 186 pessoas estavam dentro do avião e quatro pessoas morreram após terem se ferido no local. O Instituto Médico Legal (IML) já recebeu 187 corpos retirados da região de Congonhas, sendo que 25 foram identificados, segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.   Após o Corpo de Bombeiros divulgar 188 corpos resgatados, ele desistiu da contagem oficial e passou a responsabilidade para o IML. Agora, a contagem dos bombeiros é feita pelo número de sacolas com fragmentos de corpos enviados ao IML - 207 até a manhã desta sexta-feira, 20. Assim, o IML será responsável pela contagem oficial do número de vítimas do acidente com o vôo 3054.

Tudo o que sabemos sobre:
vôo 3054mortos no vôo 3054

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.