Bueiro explode e 5 ficam feridos em Copacabana

Explosão na galeria subterrânea da Light, concessionária de energia do Rio, feriu cinco pessoas e abriu um buraco de cerca de 6m de diâmetro no asfalto em Copacabana, zona sul. O acidente aconteceu na faixa de pedestres na esquina da Avenida Nossa Senhora de Copacabana com Rua Bolívar. No momento da explosão, o semáforo estava aberto para os carros, o que evitou que o número de feridos fosse maior.

Clarissa Thomé, O Estado de S.Paulo

02 de abril de 2011 | 00h00

O bueiro estourou às 20h. A tampa de ferro foi arremessada 4m e feriu um taxista que passava pelo local. O motorista e dois entregadores de supermercado tiveram queimaduras e foram levados ao Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon. Outras duas pessoas tiveram ferimentos leves e foram liberadas depois de atendidas na emergência do hospital.

A explosão causou pânico e correria. Havia muita fumaça. O barulho assustou quem estava no Cinema Roxy e muitos abandonaram o local. O buraco danificou duas pistas do asfalto.

Os acidentes em galerias subterrâneas da Light são constantes na cidade. No ano passado, a explosão de um bueiro, também em Copacabana, feriu gravemente um casal de turistas americanos. Sarah Nicole Lawry teve 80% do corpo queimado e ficou internada por 68 dias. O marido dela ficou ferido em 30% do corpo e recebeu alta em um mês.

Laudo do Instituto de Criminalística Carlos Éboli apontou que a explosão ocorreu quando uma faísca entrou em contato com gás. O documento não especificou se o gás havia vazado de alguma galeria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.