Bruno diz que Eliza pode estar em São Paulo

O goleiro Bruno Fernandes disse ontem que sua ex-amante Eliza Samudio está viva. "Da última vez, ela falou que ia para São Paulo e ponto. Eu não sei dizer mais nada sobre essa pessoa." Réu no processo sobre o desaparecimento da jovem, o ex-goleiro do Flamengo conversou pela primeira vez com a imprensa ontem, após uma audiência no Fórum de Esmeraldas, na região metropolitana de Belo Horizonte. Bruno alegou que ele e os outros oito réus estão sendo injustiçados e afirmou que confia que será inocentado e voltará a jogar.

Eduardo Kattah BELO HORIZONTE, O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2010 | 00h00

O goleiro negou que tivesse cedido material genético para um exame de DNA que comprovaria a paternidade da criança de Eliza - o que justificaria o desaparecimento e suposto assassinato. Questionado, Bruno ainda ressaltou que o suposto valor de R$ 3 mil mensais que teria sido exigido por Eliza, "não é nada" e pediu "um voto de confiança aos fãs". "Mais cedo ou mais tarde, a verdade vai vir à tona."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.