Brooklin vai ganhar ciclorrota de 15 km até o fim do mês que vem

Bicicletas dividirão espaço com carros em via sinalizada; centro e Moema, na zona sul, [br]são os próximos bairros

Rodrigo Burgarelli e Vitor Hugo Brandalise, O Estado de S.Paulo

21 Junho 2011 | 00h00

A região do Brooklin, na zona sul de São Paulo, vai ganhar uma rota cicloviária de 15 quilômetros no fim de julho. A ciclorrota será sinalizada com placas de advertência e pintura de solo, que indicarão preferência para os ciclistas, e ficará aberta sem interrupções, todos os dias. Os próximos bairros a ganhar as rotas serão o centro e Moema, também na zona sul.

O primeiro trajeto preferencial para bicicletas vai ligar os parques do Cordeiro, na Avenida Vicente Rao, e Severo Gomes, próximo da Avenida Santo Amaro, à Avenida Jornalista Roberto Marinho, no Brooklin. Os trajetos no centro e em Moema ainda passam por estudos.

Na prática, a ciclorrota, ou "Rota das Bicicletas", é uma forma de a Secretaria Municipal de Transportes indicar aos motoristas o cumprimento do Código de Trânsito Brasileiro, que prevê preferência para bicicletas em todas as vias públicas urbanas. Ao longo do trajeto, as bicicletas dividirão espaço com os carros.

O trajeto selecionado, segundo a pasta, é definitivo e o mais indicado, pois trata-se de vias coletoras "e não têm tráfego intenso de veículos maiores, como ônibus e caminhões". "O objetivo das Rotas de Bicicleta é o incentivo ao uso desse veículo em viagens pequenas", informou a secretaria.

Déficit. Apesar da nova rota proposta, a cidade ainda está muito longe de conseguir se tornar um lugar favorável a esse meio de transporte. Dos 522 km de vias e faixas exclusivas para bicicletas prometidos até 2012, apenas 6% saíram do papel. A Prefeitura afirma que estão em andamento outros 55 km de ciclovias, nas zonas leste, norte e sul.

A implementação da ciclorrota do Brooklin foi comemorada por ciclistas, mas alguns acusaram a Prefeitura de não levar em consideração estudos de demanda. "De qualquer maneira, acho que pode sair algo positivo dessas rotas", disse Willian Cruz, autor do blog Vá de Bike.

Segundo ele, um dos pontos positivos das novas vias é que, quando o mapa de rotas da Secretaria dos Esportes ficar pronto, será possível pleitear que elas também sejam sinalizadas e demarcadas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.