Brinquedo: agora dá para alugar

Sites oferecem assinaturas e itens para crianças de até 7 anos; para pais, novidade pode ensinar os filhos a compartilhar

VALÉRIA FRANÇA, O Estado de S.Paulo

26 de maio de 2012 | 03h03

Samuel Naghirniac, de 4 anos, tem muitos brinquedos, mas já se acostumou com a ideia que nem todos vão ficar para sempre no armário. É o caso de um navio pirata que sua mãe, a empresária Dorotheia Naghirniac, de 32 anos, alugou. "Samuel se desinteressa rápido pelos brinquedos", justifica ela. "Além disso, eu gosto de ensinar para ele o sentido de compartilhar as coisas."

A empresária é uma das 50 clientes regulares do Joanninha, um site de brinquedos educativos, direcionado para o desenvolvimento de crianças de 1 a 7 anos. Lá, o cliente pode alugar o brinquedo pelo tempo que quiser, sem prazo de devolução. Para isso, precisa aderir a um plano de assinatura mensal, que começa em R$ 80 - valor do aluguel do navio de Samuel -, que corresponde a 4 joanninhas, moeda interna da empresa. Há também opções mais baratas - pelo menos 117 brinquedos saem ao preço de 1 joanninha.

"A criança naturalmente não quer doar ou emprestar. Para facilitar a compreensão sobre o compartilhamento, criamos a joanninha, que é mais do que uma moeda. Trata-se de um personagem", explica a publicitária Alessandra Piu, de 40 anos, que abriu o negócio no meio do ano passado. "O brinquedo vai com uma joanninha de pano e um diário, que tem o registro de suas passagens por outras casas. E a criança sabe que uma hora ela vai voar."

Além de ser uma ideia sustentável, o aluguel dá a oportunidade de as mães testarem os interesses dos baixinhos. "Consigo apresentar ao meu filho mais coisas e evito o desperdício", diz Dorotheia. Brinquedos grandes, como o carrinho vintage, estão entre os mais pedidos.

Outra opção é o Clube do Brinquedo, elaborado para crianças de 0 a 8 anos, mas com maior ênfase em itens para os primeiros quatro anos "Essa é uma fase de muito aprendizado, em que os estímulos mudam rapidamente", diz Wagner Heilman, de 34 anos, idealizador do site e pai de dois filhos - Gustavo, de 5, e Gabriela, de 3.

A assinatura mensal começa em R$ 75 e dá direito a até 2 brinquedos. O maior plano, de R$175, inclui sete brinquedos. A partir daí, é cobrado por brinquedo adicional (R$ 15, a unidade). Um dos itens mais alugados do Clube do Brinquedo é a cadeira de balanço Meus Bichinhos, da Fisher- Price, para crianças de até 5 meses, com no máximo nove quilos. Uma nova sai por R$ 600, em média. No site, a cadeira corresponde ao valor do aluguel de dois brinquedos. Após serem devolvidos, eles são limpos com sabão neutro e álcool e depois embalados com saco bolha.

Cadeirinhas. Há empresas que além dos brinquedos ainda alugam cadeirinhas de bebês para automóveis, banheiras e até berços. Em São Paulo, a dica é o BBzum; no Rio, o Clube dos Carrinhos; em Belo Horizonte, o BBzim.

Já o Baby Toys é um site paulistano com brinquedos para crianças de até 3 anos, mas com foco nos eventos corporativos e festas como chá de bebês e aniversários. Ali, aluga-se tapetes de atividades feitos de uma borracha especial, que são enviados com vários brinquedos. O cliente escolhe a metragem do tapete.

ONDE: BBZUM: RUA ANTÔNIO DE MACEDO SOARES, 1.316, CAMPO BELO; TEL.: (11) 2308-8838; CLUBE DO BRINQUEDO:

WWW.CLUBEDOBRINQUEDO.COM.BR

JOANNINHA:

WWW.JOANNINHA.COM.BR

CLUBE DOS CARRINHOS:

WWW.CLUBEDOSCARRINHOS.COM.BR OU TEL.: (21)2542-1269

BBZIN: TEL.: (31) 3287-0755

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.