Briga entre vizinhos por causa de lixo termina com 2 mortos no Jaguaré

Uma das vítimas era um policial civil, que, segundo testemunhas, teria comportamento agressivo

Bruno Lupion, do estadão.com.br

20 de maio de 2010 | 06h47

 

 

SÃO PAULO - Uma discussão entre vizinhos por causa de lixo colocado em frente de casa terminou na morte de dois homens, um deles policial civil, na noite de quarta-feira, 20, no Jaguaré, zona oeste da capital.

 

Segundo testemunhas, a mulher do policial agrediu sua vizinha na cabeça durante um bate-boca na vila de residências da Travessa Charles Gobat. Outros moradores se aglomeraram ao redor e o policial, de prenome Xavier, teria aparecido com sua arma em punho.

 

Um terceiro morador que observava o tumulto saiu de casa com uma faca escondida e atingiu o policial pelas costas. O filho de Xavier, de 22 anos, pegou a arma do pai e revidou, baleando o morador no peito e nas costas.

 

Os vizinhos já haviam registrado dois boletins de ocorrências contra Xavier, que teria comportamento violento, segundo testemunhas. Um deles teria sido por racismo, após chamar um dos moradores da vila de "macaco", e outro por soltar fogos de artifício em direção a uma criança.

 

Xavier e o vizinho que o esfaqueou foram levados ao Hospital Universitário, mas não resistiram aos ferimentos. O caso foi registrado no 91º DP (Ceagesp).

Tudo o que sabemos sobre:
violênciabrigavizinhos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.