Briga de policiais termina em morte

Soldado da Polícia Militar foi abordado por um colega no dia de sua folga e houve discussão

Ricardo Valota, do estadão.com.br

20 de outubro de 2010 | 03h35

SÃO PAULO - Uma briga entre dois policiais militares terminou com a morte do soldado Bruno Farhat Serrano, de 26 anos, lotado no 48º Batalhão, por volta das 20h45 de terça-feira, 19, em frente a um bar, na Praça Agostinho Rodrigues Marques, na região de Itaquera, zona leste de São Paulo.

De folga, o policial foi abordado por um colega do mesmo batalhão e ambos começaram a discutir. Num determinado momento, o acusado sacou uma arma e atirou contra a cabeça da vítima, que morreu quando era atendida no Hospital Santa Marcelina. O assassino não teve a patente nem o nome divulgados pela PM e continua foragido.

Não se sabe ainda o motivo da desavença entre os dois PMs. O caso foi registrado no 32º Distrito Policial, de Itaquera.

Tudo o que sabemos sobre:
PM, briga, soldado, violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.