Brasileiro vendia identidade a ilegais

EUA

, O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2010 | 00h00

O brasileiro Rodrigo Moura foi preso pelo FBI na semana passada acusado de atuar em um esquema de venda de identidade a imigrantes ilegais nos Estados Unidos. Com a ajuda de uma funcionária do Departamento Estadual de Licenças, Moura teria facilitado a emissão da carteira de motorista ? documento que serve como identidade nos EUA ? a mais de 45 brasileiros ilegais. O crime de conspiração para a produção ilegal de documentos é punido com mais de cinco anos de prisão. A produção da carteira tem pena de mais de 15 anos de cadeia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.