Brasileiro que fez ameaça de bomba em avião é condenado nos EUA

Francisco Fernando Cruz deverá ficar preso por mais cinco meses; estudante disse que fez a brincadeira para testar a segurança do voo

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

15 Maio 2014 | 23h23

SOROCABA - O estudante brasileiro Francisco Fernando Cruz, preso desde janeiro deste ano nos Estados Unidos por ter feito falsa denúncia de bomba em um avião, foi condenado nesta quinta-feira, 15, a cinco meses de prisão.

De acordo com a mãe do rapaz, Cláudia Cruz, moradora de Sorocaba, interior paulista, o consulado brasileiro em Miami entrou em contato para informar sobre a condenação. Cláudia conseguiu falar com o filho e disse que ele estava tranquilo. "Ele estava consciente de que a pena poderia ter sido pior", disse a mãe. Cruz vai cumprir a pena na mesma prisão em que se encontra.

A família ainda não decidiu se vai entrar com algum tipo de recurso. O estudante foi preso no dia 9 de janeiro em Miami, depois de enviar mensagem eletrônica ao Departamento de Polícia local e à empresa TAM Linhas Aéreas alertando que o avião não deveria decolar, pois haveria uma bomba prestes a explodir a bordo.

A mensagem foi rastreada e levou os policiais à universidade de Nova Jersey, onde ele estudava. Cruz alegou que fizera uma brincadeira para testar a segurança do voo. A Justiça americana entendeu que houve perturbação à segurança pública.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.