Brasileiro é preso em Buenos Aires por clonar cartões em caixas eletrônicos

"El Turista" é a denominação que porta-vozes da Polícia Federal argentina usaram ontem para se referir a um brasileiro de 28 anos que foi pego em flagrante utilizando equipamentos de alta tecnologia para clonar cartões nos bancos portenhos. O suspeito, cuja identidade não foi revelada, foi detido por detetives da Divisão de Fraudes Bancárias da Superintendência de Investigações Federais ao sair de um caixa eletrônico do Itaú na Rua Cerrito, a seis quarteirões da Embaixada do Brasil.

O Estado de S.Paulo

30 Novembro 2011 | 03h02

O modus operandi de "El Turista" consistia em instalar em caixas eletrônicos dispositivos que permitiam copiar os dados da faixa magnética dos cartões. Ele conseguia as senhas dos clientes com uma câmera oculta. O homem estava havia cinco dias em Buenos Aires e, nesse período, já tinha recolhido informação para clonar mil cartões bancários.

Segundo a polícia, seu plano era vender os cartões no exterior, onde seriam feitos saques e compras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.