Brasileiro é achado vivo no Peru, mas outro continua sumido

Depois de dois dias desaparecido, o montanhista Claudinei Monteiro, de 27 anos, foi resgatado com vida na tarde de anteontem, depois de ser localizado em uma gruta com 300 metros de profundidade. Ele havia se perdido enquanto caminhava pelo Nevado Churup, na província de Huaraz, no Peru.

O Estado de S.Paulo

14 Janeiro 2013 | 02h02

Monteiro estava a uma altitude de 4,8 mil metros e foi levado a um hospital da região, segundo informou ao jornal Peru 21 o oficial responsável pelos primeiros socorros, Marco Carrera. Monteiro será encaminhado ao Hospital de Huaraz para ser mais bem avaliado.

Em sua página na rede social Facebook, Monteiro tranquilizou os amigos e disse que seus ferimentos foram leves. Morador de Guarulhos, ele escreveu: "Desculpe pelo transtorno que causei a todos... Fui apreciar umas geleiras e quando era hora de voltar já havia escurecido.... resumindo, escorreguei em um lugar de onde não havia como sair... não sofri nenhum dano... Tinha esperança de sair de lá pois havia uma estrada bemmm longe onde passavam pessoas... Dormi duas noites molhado e muito frio... tinha um pouco de alimento e água...sso me ajudou...".

Segundo a Assessoria de Imprensa do Itamaraty, autoridades brasileiras estão em contato com autoridades peruanas e mantendo a família dele informada do resgate. Um outro brasileiro, o estudante Artur Paschoali, está desaparecido no Peru desde 21 de dezembro. Seu sumiço ocorreu na região de Cuzco, perto de Machu Picchu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.