Brasil é o 5º no ranking mundial de acidentes

Uma pesquisa feita pelo Ministério da Saúde revelou que 40 mil pessoas morreram em 2010 em acidentes de trânsito. O número é 24% maior do que o registrado em 2002 e transforma o País no quinto colocado no ranking mundial. Somente Índia, China, Estados Unidos e Rússia apresentam números maiores do que os brasileiros. "Vivemos uma epidemia", afirmou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

LÍGIA FORMENTI / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

05 Novembro 2011 | 03h05

A escalada nos indicadores é provocada pela explosão do número de mortes em acidentes com motocicletas. Os índices triplicaram no período. A tendência foi identificada em todas as regiões no País, com destaque para o Sudeste, onde os índices saltaram de 940 mortes em 2002 para 2.948 em 2010, um crescimento de 214%.

Neste ano, a situação não é diferente. De acordo com o ministério, no primeiro semestre 72,4 mil pacientes foram internados depois de sofrerem acidentes de trânsito. Quase 50% eram vítimas de moto. "A proporção continua subindo", diz o ministro.

O número de internações no Sistema de Saúde por acidentes de trânsito aumentou 8,7% de 2000 para 2010. As taxas referentes a acidentes de carro e de pedestre caíram no período: 17,2% e 32,8%, respectivamente. Mas os de moto explodiram: 243,1%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.