Botijões caem de caminhão e matam bebê

Um bebê de 5 meses morreu e sua mãe, de 15 anos, e uma amiga de 13 ficaram feridas ontem de manhã em Almirante Tamandaré, Região Metropolitana de Curitiba, quando dez botijões de gás caíram de um caminhão e os atingiram na calçada. O motorista Jean Danilo Faria, de 20 anos, foi preso em flagrante e indiciado por homicídio doloso.

EVANDRO FADEL / CURITIBA, O Estado de S.Paulo

10 Novembro 2011 | 03h04

O superintendente da Delegacia de Almirante Tamandaré, Job de Freitas, disse que o motorista do caminhão entrou em alta velocidade em uma curva e, para não bater em outro carro, fez uma manobra brusca e freou. A grade lateral não suportou o peso da carga.

A criança, Franciele Eduarda, estava no colo da mãe. As três foram socorridas, mas o bebê morreu no início da tarde. A mãe ainda corria risco de vida ontem. A outra jovem teve traumatismo craniano, mas não corre riscos.

O superintendente da delegacia disse que o caminhão tinha parte da grade amarrada com arame, além de outros problemas de manutenção. "E não podia levar botijões de gás", afirmou. A habilitação do motorista também não permitia que ele transportasse gás. O caminhão pertence à BJ Comércio e Transporte de Gás Liquefeito de Petróleo, do pai do motorista. O proprietário também responderá por ter liberado o veículo para pessoa não habilitada. O empresário não foi encontrado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.