Bônus salarial para agentes da ativa é suspenso pelo STF

Em meio à crise da violência em São Paulo, o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o pagamento de benefícios salariais que passariam a ser repassados neste ano a cerca de 70 mil policiais militares. A suspensão causou alvoroço na tropa.

O Estado de S.Paulo

09 de novembro de 2012 | 02h01

A disputa judicial corre desde 2008 e diz respeito ao cálculo do quinquênio (bônus dado a cada cinco anos) e à sexta parte (20% adicional após 20 anos de serviço). Associações de oficiais e praças dizem que o cálculo deve feito sobre o total dos vencimentos em vez do salário-base. Segundo a Procuradoria-Geral do Estado, que conseguiu suspender o pagamento na Justiça, o impacto nos cofres estaduais é de R$ 1,5 bilhão. / BRUNO PAES MANSO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.