Bombeiros são atropelados ao atender ocorrência em Guarulhos

Soldado e sargento ficaram feridos ao serem atingidos por aposentado embrigado de 69 anos; homem foi detido em flagrante

Ricardo Valota, O Estado de S. Paulo

05 de dezembro de 2012 | 08h11

SÃO PAULO - Dois bombeiros ficaram feridos após serem atropelados por um motorista embriagado durante uma ocorrência em Guarulhos, na Grande São Paulo, na noite de terça-feira, 4. Os homens apagavam as chamas de objetos incendiados por um grupo de manifestantes quando foram surpreendidos pelo condutor, na Estrada do Elenco, próximo à Praça Oito, no Jardim Munira. 

Moradores do local, ameaçados de despejo em razão de uma ação de reintegração de posse da área por eles ocupada, realizaram uma manifestação e atearam fogo em pneus, móveis velhos e lixo, interditando a via e forçando o acionamento dos bombeiros.

No momento em que os militares 5º Grupamento trabalhavam, o aposentado Ailton Vieira, de 69 anos, ao volante de um Santana vermelho, avançou contra a barreira incendiada e atingiu o soldado Marcos Pereira da Costa, de 43 anos e o sargento Adílson de Paiva Bernardo, de 46 anos. 

O soldado fraturou uma das pernas e teve escoriações pelo corpo. Ele foi medicado no Hospital Geral de Guarulhos (HGG) e liberado. Já o sargento foi ferido na cabeça e também permanecia internado no HGG, mas fora de perigo.

Após o atropelamento, o motorista fugiu do local, mas foi perseguido por equipes da PM e acabou detido. O aposentado foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e submetido ao teste do bafômetro, que confirmou excesso de álcool no sangue. Ailton foi autuado em flagrante no 7º Distrito Policial de Guarulhos, por embriaguez ao volante, lesão corporal culposa e fuga, mas seria liberado após pagar fiança.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.