Bombeiros retiram cadáver do rio Tietê

Garis que realizavam limpeza da Marginal viram o corpo boiando e acionaram os bombeiros

Pedro da Rocha, do estadão.com.br,

28 de fevereiro de 2012 | 05h13

SÃO PAULO - O corpo de um homem, ainda não identificado, foi retirado do rio Tietê, no início da madrugada desta terça-feira, 28, por homens do Corpo de Bombeiros, acionados cerca de 45 minutos antes por garis que realizavam limpeza da Marginal.

 

Os funcionários da Prefeitura viram o cadáver boiando no trecho do rio próximo à Ponte do Limão, na zona norte da capital paulista. Por causa da correnteza, o corpo foi retirado somente próximo à Ponte do Piqueri, na zona oeste. Segundo os bombeiros, o cadáver estava totalmente nu e bem inchado, indicando que teria ficado pelo menos por 3 ou 4 dias na água.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.