Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Bombeiros encontram partes de rosto e arcada dentária

Tenente diz que elas provavelmente sejam de Ricardo Oliveira Galvão Pinheiro, que morreu quando o prédio desabou

Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

06 Maio 2018 | 17h45

SÃO PAULO - O Corpo de Bombeiros encontrou na tarde deste domingo, 6, nos escombros do edifício Wilton Paes de Almeida, que desabou na terça-feira, 1º, partes de uma arcada dentária superior e inferior e partes de um rosto.

+++ 162 movimentos disputam lugar na fila de moradia popular da capital paulista

Segundo o tenente Guilherme Derrite, provavelmente seja do morador Ricardo Oliveira Galvão Pinheiro,que morreu quando o prédio desabou." O material foi coletado e o Instituto Médico Legal (IML) realizará um exame para confirmar se os restos mortais são do Ricardo", disse Derrite.

No local também foi encontrado uma corda com 15 metros.

De acordo com o tenente, a corda apresentava uma ruptura e, possivelmente, seja a que Ricardo estava segurando na hora em que caiu.

+++ Bombeiros concentram buscas na parte de trás do prédio que desabou

+++ Prédios tombados no centro de SP abrigam ocupações

O trabalho do Corpo de Bombeiros continua na retirada dos entulhos. Segundo o tenente a remoção dos escombros deve durar mais 10 dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.