Divulgação/Corpo de Bombeiros
Divulgação/Corpo de Bombeiros

Bombeiros combatem pequenos focos de incêndio em Santos

Chamas agora se concentram nos diques de contenção; equipes trabalham para conter vazamentos em válvulas dos tanques

Luiz Alexandre Souza Ventura, Especial para o Estado

10 Abril 2015 | 10h44

SANTOS - O Corpo de Bombeiros mantém, na manhã desta sexta-feira, 10, o combate a pequenos focos de incêndio que persistem nas bacias de contenção, que ficam no entorno dos cilindros atingidos pelo incêndio no pátio da Ultracargo/Tequimar, no complexo industrial da Alemoa, em Santos, litoral sul de São Paulo. Os bombeiros trabalham no local há mais de uma semana.

"A situação mudou. Não podemos dizer mais que as chamas atingem um ou dois tanques, porque elas estão concentradas nos diques de contenção, que estão inundados com combustível, água e espuma", diz a tenente Cíntia Oliveira. "E o combustível emite gás, que entra em combustão espontânea porque a temperatura ainda é muito alta."

BOMBEIROS EMERGÊNCIAIncêndio em Alemoa, Santos.Fazendo o trabalho de resfriamento e contenção de pequenos focos. Equipes do CB, Ultracargo, PIE/PAM e Petrobras trabalhando em conjunto no local. Posted by Corpo De Bombeiros Pmesp on Sexta, 10 de abril de 2015

Segundo a oficial, além de fazer o resfriamento de toda a área para evitar que o fogo se alastre, as equipes também tentam esvaziar essas bacias de contenção e trabalham para conter vazamentos nas válvulas do sistema de transbordo dos tanques. No total, seis cilindros foram atingidos pelas chamas. Cinco com gasolina e um com etanol.

"Este tanque de álcool está praticamente vazio, mas ainda há muito gás dentro. No alto, há um respirador que libera esse gás. E a alta temperatura também provoca a combustão. Por isso, algumas vezes surgem labaredas no alto do cilindro", explica a tenente.

Mais conteúdo sobre:
Incêndio Santos Porto de Santos Acidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.