JOSIAS BERNARDINO / ESTADAO
JOSIAS BERNARDINO / ESTADAO

Bombeiros resgatam menino arrastado pela correnteza em Osasco

Criança de 12 anos foi levada pela água da chuva enquanto tentava resgatar um cachorro

Redação, O Estado de S. Paulo

04 de janeiro de 2019 | 16h23
Atualizado 04 de janeiro de 2019 | 19h27

SÃO PAULO - O Corpo de Bombeiros resgatou na tarde desta sexta-feira, 4, um menino de 12 anos que caiu nas águas de uma galeria subterrânea em Osasco, na Grande São Paulo, durante as fortes chuvas que atingiram a capital e a região metropolitana. Segundo a corporação, a criança tentava resgatar um cachorro que caiu na galeria fluvial quando foi levada pela correnteza.

O córrego onde o menino caiu, na Avenida Edmundo Amaral, fica a 400 metros do Rio Tietê. Cinco viaturas, 15 homens e um bote foram empenhados pelo Corpo de Bombeiros para as buscas.

Às 16h30, a corporação informou que o menino foi localizado e resgatado apenas com leves escoriações. Ele foi levado ao Pronto Socorro Infantil do Hospital Antonio Giglio, no centro de Osasco. O Corpo de Bombeiros divulgou, na tarde desta sexta-feira, um vídeo do resgate do menino. 

Alagamentos

As fortes chuvas que atingiram a capital paulista e a região metropolitana causaram alagamentos em vários pontos da cidade na tarde desta sexta-feira. No início da noite, o temporal voltou a causar inundações. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura de São Paulo, todas as regiões da cidade estavam em estado de atenção para alagamentos às 19 horas. 

As chuvas eram mais intensas, no início da noite, nas regiões sul e sudeste da cidade. Também havia registros de temporais nos bairros Vila Prudente, São Lucas e Água Rasa, na zona leste. Na Grande São Paulo, chovia forte nos municípios de Diadema, São Bernardo e Santo André.  O CGE registrava, às 19h30, seis pontos de algamentos na cidade - todos eles transitáveis. 

Previsão

Segundo a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, a partir desta sexta-feira uma frente fria avança pelo Estado, causando tempo instável. As chuvas, de intensidade moderada, são acompanhadas de rajadas de vento e possíveis descargas elétricas.

As regiões do Estado mais atingidas serão: Vale do Ribeira, Sorocaba, Campinas, Bauru, Baixada Santista,Grande São Paulo, Vale do Paraíba e Presidente Prudente. No sábado, 5, o tempo continua instável e há previsão de chuva no litoral paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.