Bombeiros ainda trabalham em distribuidora de cosméticos em Jundiaí

Explosão de lata de aerossol dentro de caçamba de lixo teria iniciado as chamas

Ricardo Valota e Priscila Trindade, do estadão.com.br,

12 de janeiro de 2012 | 03h17

SÃO PAULO - Equipes dos bombeiros ainda trabalham no combate a um incêndio, que atinge, desde as 14h15 de quarta-feira, 10, o galpão de 10.000 m² da Flora Distribuidora de Cosméticos e Produtos de Higiene, localizada no quilômetro 66 da Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto (SP-300), no bairro Eloy Chaves, em Jundiaí, interior paulista. Pelo menos 13 equipes, de Jundiaí, Campinas e São Paulo, foram acionadas.

 

As chamas teriam começado com a explosão de uma lata de aerossol que estava em meio ao lixo contido numa caçamba nos fundos da empresa. O alarme da empresa soou e os cerca de 80 funcionários deixaram o local; todos ilesos. Os cerca de 140 trabalhadores de uma fábrica de pneus ao lado também abandonaram seus postos após o alarme da empresa soar.

 

A preocupação dos bombeiros também em resfriar a parede da empresa de pneus mais próxima à distribuidora. As chamas chegaram a alcançar quase 10 metros de altura. Às 2h45 desta madrugada de quinta-feira, 12, segundo os bombeiros de Jundiaí, ainda não havia sido iniciado o trabalho de rescaldo - no qual o material queimado é revirado e encharcado para evitar o surgimento de novos pontos de ignição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.