Bombeiro civil suspeito de estupro é transferido

O bombeiro civil socorrista Luciano Ferreira, de 32 anos, suspeito de estuprar uma estudante de 20 anos no banheiro de uma casa noturna, na Vila Daslu, Itaim-Bibi, zona sul de São Paulo, foi transferido para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros III, na manhã de ontem. Ferreira, funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviços para a boate Kiss & Fly, foi preso em flagrante na manhã de sábado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.