Bom é torcer pela sua rua

Os concursos para escolha da rua mais enfeitada para a Copa, uma tradição promovida Brasil afora pelas emissoras de TV, criaram um novo gênero de torcedor. Gente que, a dez dias da estreia da seleção, canta e é feliz, sem qualquer preocupação, por exemplo, com a forma física e técnica do Kaká. Boa parte dessa turma que vira noites tingindo asfalto de verde-amarelo nunca sequer ouviu falar em Josué. Que inveja! Cada um vive a grande expectativa de que, finalmente na Copa da África do Sul, sua rua vá ganhar a competição.

Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

05 de junho de 2010 | 00h00

Fora esses populares que animam os telejornais regionais, fala sério, você conhece alguém que esteja verdadeiramente empolgado com o que o Brasil está dando pinta de apresentar a partir do dia 15 em Johannesburgo? Azar de quem é metido a entender alguma coisa de futebol: o torcedor apaixonado pelo esporte está sofrendo!

Pior que a sensação angustiante de que as coisas não estão se encaixando na seleção, só o risco de ser interpretado como porta-voz do mau agouro.

O Dunga vai achar que você está torcendo contra e, se descobrirem onde você mora, companheiro, toda sua rua poderá ser prejudicada num desses concursos da pátria de chuteiras. Pense nisso antes de sair por aí dizendo o que pensa!

Quase lúcido

No encontro de quinta-feira com os Bafana Bafana, Nelson Mandela confundiu Carlos Alberto Parreira com Joel Santana. Chegou até a elogiar o inglês do técnico, que, segundo ele, teria melhorado muito desde a última vez que o recebeu.

Nome próprio

"Aleluia! Serra já tem vice!"

Slogan de campanha do deputado baiano José Carlos Aleluia, do DEM, lançado como alternativa à chapa puro-sangue dos tucanos.

Efeito colateral

O Ministério do Bom Senso adverte: estudo americano que associa a disfunção erétil a risco de enfarte pode provocar depressão.

Sempre ela!

Kleber, o Gladiador, voltou em boa hora ao Parque Antártica. A torcida do Palmeiras já começava a falar mal da bola!

Antirreforço

A Copa ainda nem começou e o torcedor do Corinthians já lamenta seu final. É que Ronaldo Fenômeno prometeu voltar a jogar no Brasileirão quando a bola parar de rolar na África do Sul. Está tão bom sem ele no timão, né?

Ah, bom!

Adriano explicou à polícia que a tal doação de R$ 60 mil interceptada em conversa telefônica de traficantes destinava-se à compra de cestas básicas. Ou seja, se algum erro o Imperador cometeu, a pena alternativa que lhe cabe foi paga adiantado.

Mal comparando

Imagina se Gilberto Kassab abre a Prefeitura para um showzinho privê de Chitãozinho e Xororó em noite de enchente em São Paulo! Barack Obama largou dia desses o vazamento de óleo no Golfo do México para curtir Paul McCartney na intimidade da Casa Branca. Pode?

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.