Boliviano tem prisão revogada após laudo

O boliviano Alex Guinones Pedraza, de 33 anos, preso no dia 18 acusado pela morte da namorada, Dina Vieira da Silva, de 42 anos, e de seus quatro filhos, de 7, 11, 12 e 16 anos, teve o alvará de soltura expedido nessa terça-feira, 24. Os corpos foram encontrados no apartamento da família, em Ferraz de Vasconcelos, e havia suspeita de envenenamento. Mas a perícia do Instituto de Criminalística não encontrou traços de veneno nos alimentos consumidos pela família. A polícia acredita em vazamento acidental de gás.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.