Boliviana presa em Guarulhos com cocaína no estômago

Ela passou mal em hotel e foi para hospital; gerente que avisou a polícia

Pedro da Rocha , estadão.com.br

19 de setembro de 2011 | 05h38

SÃO PAULO - Uma boliviana foi presa, na noite de domingo, em Guarulhos, na Grande São Paulo, com cerca de 30 camisinhas no estômago contendo cocaína líquida. Ela passou mal em um hotel e foi levada para o hospital. O gerente do hotel achou a situação estranha e acionou uma viatura da Polícia Militar que passava pelo local.

De acordo com o soldado Marcelo, da 1ª Companhia do 15º Batalhão, Darli Chaves, de 24 anos, passou mal no hotel e se trancou por algum tempo no banheiro. Em seguida, chamou um táxi e seguiu para o Hospital Padre Bento, onde foi atendida. "O gerente do hotel viu nossa viatura passando e chamou. Fomos até o Padre Bento e lá ela estava expelindo a droga. Cerca de 30 camisinhas", contou Marcelo. Darli teria passado mal pela grande quantidade de droga ingerida.

Os policiais foram, então, até o hotel e, na mala de Darli, encontraram mais 22 camisinhas com drogas. "Ela nos disse que iria para o sul da África e que receberia R$ 2 mil para fazer o transporte da mercadoria", disse o soldado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.