Bolívia prende suspeitos de pertencer ao PCC

Uma equipe boliviana antidrogas deteve ontem o peruano Carlos Palomino, o Ray, e os colombianos Amadeo Parra Moreno, o Choyo, e Dumar Fabián Gonzales. Suspeitos de integrar a facção criminosa brasileira PCC, os três são acusados de comprar drogas na Bolívia para enviar ao Brasil e a países vizinhos. Na sexta-feira, a polícia boliviana também destruiu laboratório de cocaína em Santa Rosa del Sara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.