Bolívia devolve 187 veículos roubados no Brasil

Países têm novo sistema para combater esse tipo de crime; mais 480 carros serão entregues na semana que vem

JOÃO NAVES DE OLIVEIRA, ESPECIAL PARA O ESTADO, CORUMBÁ, O Estado de S.Paulo

28 de fevereiro de 2013 | 02h05

Autoridades bolivianas entregaram na manhã de ontem um total de 187 veículos aos proprietários que tiveram os veículos furtados ou roubados no Brasil, e levados para a Bolívia. A entrega foi realizada em Puerto Suarez (Bolívia), na divisa com Corumbá, no Pantanal de Mato Grosso do Sul, durante cerimônia que marcou o começo de um novo sistema entre os dois países de combate ao roubo de veículos brasileiros. O sistema utiliza tecnologia moderna, entre elas os aviões não tripulados na vigilância da fronteira. Os veículos chegaram ao local em caminhões-cegonha.

O número de carros entregues é simbólico, conforme explicaram funcionários do governo boliviano. Na próxima semana serão entregues mais 480 veículos. São bens recuperados depois da regularização de carros sem documentos ocorrida em 2011 no país vizinho. Conforme as informações, na medida em que esse trabalho seja desenvolvido, os carros irregulares serão recolhidos e entregues ao país de origem. No último dia 13, por exemplo, foram entregues 257 veículos ao Chile, pelo governo Evo Morales, obedecendo acordo firmado também com a Argentina e o Brasil. Os carros roubados apreendidos pela Bolívia são entregues às polícias de cada país para localização e entrega aos proprietários.

Os dois países estavam há quase dois anos acertando os detalhes da cooperação. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e o ministro de Estado da Bolívia, Juan Ramon Quintana, reforçaram a importância da interlocução entre os dois países para o combate ao crime organizado, principalmente na região de fronteira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.