Bola é inocentado em outro caso de homicídio

O ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, foi absolvido ontem por júri popular do assassinato de um carcereiro em 2000. Mas Bola continuou na cadeia porque enfrentará outro julgamento no dia 19 - ele responde pelo assassinato e ocultação de cadáver de Eliza Samudio, ex-amante do ex-goleiro Bruno Fernandes, também acusado pelo crime. O júri sobre o caso Eliza também ocorrerá no Fórum de Contagem (MG).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.