BNDES e governo de SP assinam financiamento de R$ 766 mi para Metrô

Dinheiro será usado em obra de expansão da Linha 5-Lilás, que ligará a Estação Largo Treze de Maio, em Santo Amaro, à Estação Chácara Klabin, da Linha 2-Verde, na Vila Mariana

Talita Figueiredo, de O Estado de S. Paulo

01 de julho de 2010 | 18h16

RIO - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o governo de São Paulo assinaram nesta quarta-feira, 1, um contrato de financiamento no valor de R$ 766 milhões para expansão do Metrô da capital. O financiamento em questão é um dos maiores aprovados pelo banco para o setor de transporte público urbano.

 

O projeto prevê expandir a Linha 5-Lilás do Metrô em 11,5 quilômetros, ligando a Estação Largo Treze de Maio da Linha 5 à Estação Chácara Klabin da Linha 2-Verde, nos bairros de Santo Amaro e Vila Mariana, respectivamente. A previsão é que a conclusão da obra aconteça até 2013.

 

O financiamento do BNDES corresponde a 13% do investimento total de R$ 6 bilhões e se soma a empréstimos do Banco Mundial (BIRD) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), além de contrapartida do Estado de São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.