Blitz contra fraudes em carros gera caos no trânsito de SP

CET registra 198 quilômetros de congestionamento, o que corresponde a 24,2% das vias da cidade

Elvis Pereira, do estadao.com.br,

22 de novembro de 2007 | 20h00

A situação do trânsito em São Paulo permanecia ruim na noite desta quinta-feira, 22. Às 19 horas, eram registrados 198 quilômetros de congestionamento, o que corresponde a 24,2% dos 820 quilômetros monitorados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Veja também:  Operação apreende 30 carros em uma só avenida de SPÀ tarde, além do excesso de veículos, a operação intitulada De Olho Na Placa, realizada pela Secretaria da Fazenda paulista e Polícia Militar (PM), prejudicou o fluxo nas vias da cidade. Foram montados bloqueios em diversos pontos para a fiscalização de possíveis irregularidades em placas de veículos.   Nesta noite, as marginais do Tietê edo Pinheiros reuniam os piores pontos de lentidão da capital. A primeira apresentava havia 13,1 quilômetros de morosidade da Rodovia Castello Branco até a Rua Azurita, no sentido Ayrton Senna, e a segunda, 10,3 quilômetros, entre as ponte do Jaguaré e João Dias, no sentido Interlagos. No Corredor norte-sul (formado pelas avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães), o motorista enfrentava 7,7 quilômetros de engarrafamento a partir da Praça da Bandeira até o Viaduto Indianópolis, no sentido do Aeroporto de Congonhas. A blitz   A blitz estava espalhada por vários pontos da cidade e tinha o objetivo de encontrar carros que sejam emplacados em outras cidades, com o objetivo de burlar a fiscalização do pagamento de tributos, multas e outras taxas. A PM não informou onde estavam os pontos da blitz, para não atrapalhar o andamento da operação. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.