DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO

Bispo renuncia após dirigir alcoolizado no interior de São Paulo

Pedido foi aceito pelo Vaticano e religioso de São Carlos (SP) será substituído após 26 anos na função

Rene Moreira, Especial para O Estado

16 de dezembro de 2015 | 15h36

Flagrado ao dirigir embriagado em São Carlos (SP), o bispo da cidade, Dom Paulo Sérgio Machado, de 70 anos, renunciou ao cargo nesta semana. A autorização para deixar a função foi publicada nesta terça-feira, 16, pelo Vaticano.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) informou que Dom Airton José dos Santos, arcebispo metropolitano de Campinas (SP), assume a diocese de São Carlos como administrador apostólico até a nomeação de um novo bispo, ainda sem data para ser definido.

Dom Paulo foi flagrado em setembro pela Polícia Militar na região central da cidade. Segundo os policiais, seu veículo transitava em zigue-zague e por pouco não bateu em outro carro e atropelou um pedestre. Ele dirigia um Chevrolet Onix e foi parado no cruzamento das avenidas Sete de Setembro e São Carlos.

No carro, havia uma garrafa vazia de vinho e uma taça com o líquido. O bispo confirmou ter bebido um pouco em uma festa, sendo levado à delegacia e liberado.

Dias depois, surgiu a informação de que ele renunciaria, o que foi desmentido. Mas agora foi confirmado o pedido, sendo a autorização expedida pelo Vaticano.

Em carta encaminhada ao Papa Francisco, o bispo justificou sua solicitação. "Já me sinto cansado. Tem muita gente boa por aí para me substituir. Não quero servir de peso a ninguém".

História. Dom Paulo Sérgio Machado é natural de Patrocínio (MG) e foi ordenado bispo há 26 anos, estando há nove em São Carlos. Tem como lema "A paz é obra da solidariedade". É especializado em Teologia Pastoral, pela Pontifícia Universidade Gregoriana, na Itália.

Mais conteúdo sobre:
São CarlosIgreja

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.