Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Bingo é fechado pela 2ª vez em menos de 2 meses nos Jardins

As 63 máquinas de caça-níquel que haviam sido lacradas da primeira vez estavam funcionando no mesmo local

Paulo Maciel e Daniela do Canto, estadao.com.br

30 Março 2009 | 05h34

Pela segunda vez em menos de dois meses uma casa de jogos clandestina foi estourada pela Polícia Militar no Jardim América, na região dos Jardins. Os policiais chegaram ao local, na Rua Atlântica, por volta da 1h35 da madrugada de domingo, depois de receberem um chamado de que um roubo estaria em andamento na mansão.

 

De acordo com os PMs, as mesmas 63 máquinas caça-níqueis que foram lacradas no último dia 6 de fevereiro estavam novamente em funcionamento. Naquela ocasião, elas permaneceram guardadas dentro do imóvel e um termo de lacração foi colado em cada uma delas.

 

Ao chegar ao local, a polícia não encontrou resistência dos responsáveis pelo bingo. No momento da chegada dos policiais, estavam na mansão 33 clientes, que usaram sacolas e roupas para esconder o rosto dos jornalistas enquanto deixavam a casa de jogos.

 

Todos eles, juntamente com dois gerentes e o dono do local - que deverá passar por uma perícia ainda nesta segunda - foram levados ao 15º Distrito Policial (Itaim Bibi) para serem ouvidos.

 

A casa de jogos teria sido inaugurada no último dia 6 de fevereiro, quando foi estourada pela PM pela primeira vez. No local, foi instalado um sistema de monitoramento por câmeras de longo alcance que, segundo os policiais, continua em funcionamento. Nas duas vezes em que o local foi fechado, os PMs chegaram ao local depois de receberem um chamado de um roubo em andamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.