Bilhete Único Semanal será implantado no início de 2014, diz Haddad

Valor para número ilimitado de viagens deve ser proporcional ao da tarifa mensal; tarifa diária está em estudo

Artur Rodrigues,

13 Dezembro 2013 | 17h49

SÃO PAULO - O prefeito Fernando Haddad (PT) afirmou nesta sexta-feira (13) que o Bilhete Único Semanal deve começar funcionar no primeiro semestre de 2014.

"Nós vamos aguardar para ver se as empresas que usam o Vale-Transporte compram o Bilhete Único Mensal para seus funcionários e, na sequência, entre dois e três meses, vamos levar o semanal", disse Haddad, durante evento de entrega do primeiro trecho da canalização do córrego Ponte Baixa, na zona sul.

O valor exato ainda não foi definido, mas deve ser proporcional ao da tarifa mensal, de R$ 140 para ônibus. "Tem que ver se é um quarto ou um pouco menos de um quarto, porque são sete dias", disse. De acordo com ele, está em estudo também a implantação de uma tarifa diária que dê direito a um número ilimitado de viagens.

O evento relacionado a obras de drenagem teve a presença do ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, e de vários vereadores, entre eles o ex-secretário de Governo, Antonio Donato (PT), que se afastou do governo após denúncias de que teria recebido dinheiro de propina dos fiscais para sua campanha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.