Daniel Teixeira
Daniel Teixeira

Bigode vira hit de moda e decoração

De símbolo de campanha internacional de saúde a almofada fashion, 'moustache' atrai sobretudo os mais moderninhos

CAMILA BRUNELLI , O Estado de S.Paulo

13 Outubro 2012 | 03h06

Bigode na orelha, no pescoço, no pé, na cintura. A onda chegou com tudo, atrai principalmente os moderninhos e já estampa de canecas a garrafas, passando por almofadas, roupas e acessórios.

A tendência surgiu com a Fundação Movember. Em 2003, o grupo australiano fez uma campanha para conscientizar os homens sobre questões relacionadas à saúde masculina - especificamente câncer de próstata e testículos -, estimulando-os a deixar crescer o bigode. Desde então, em todo mês de novembro a ação é repetida.

À medida que mais apoiadores compraram a ideia, mais flyers e outros informes foram produzidos. Empresários do mundo da moda passaram então a espalhar os bigodes em peças de todo tipo, incluindo utensílios domésticos e de decoração.

Em São Paulo, é fácil encontrar gente com camiseta, colar e até tênis de bigode. A Converse All Star lançou uma versão do clássico modelo Chuck Taylor estampada com eles.

O diretor de design da marca, Vander Espinosa, teve a ideia quando viu um boné com um desenho de bigode em Seattle, nos Estados Unidos.

"Como estamos vivendo esse clima de reconexão, ou seja, o aumento da procura por coisas antigas, vintage e dos anos 1980, pensei: 'Por que não um tênis de bigode?'" Quando a Converse Internacional propôs a ideia, poucos lojistas apostaram no produto. "Mas os que compraram tiveram suas prateleiras esvaziadas rapidamente. Hoje, esse é o nosso campeão de vendas há duas estações", contou.

Nova caveira

"Este é o ano dos bigodes", resume o dono da loja virtual Idealshop, Felipe Gasnier. "Acho que eles são a nova caveira do mundo dos acessórios." Pela internet, são vendidos produtos dos mais variados tipos, voltados sobretudo a fãs do rock e seus ídolos. No catálogo de canecas, por exemplo, as mais vendidas têm bigode. "Sempre teve essa brincadeira com as bandas do gênero, como Motörhead ou Queen, com integrantes bigodudos."

O mesmo ocorre na Almofábrica. Entre monstrinhos e ovos fritos de pelúcia, as almofadas mais vendidas são as que têm formato de bigode.

"Começamos fazendo o tamanho médio e todo mundo adorou! Iniciamos a produção do grande, para cama de casal, e do pequeno, que tem preço mais acessível e está vendendo muito também", comemora Ligia Pecegueiro, dona da empresa e desenvolvedora dos produtos.

É assim também com os caderninhos da papelaria Tête à Tête, de Brunella Simões, e com as camisetas da Cute and Chic, de Mariana Cavalcanti.

O empresário Mario Schioppa, de 28 anos, é um dos fãs dos acessórios e peças decorativas com o simpático bigode.

"Acho que o meu gosto tem a ver com o fato de eu não conseguir ter um bem grande no rosto", brinca ele.

Onde:

Papelaria Tête à Tête: papelariateteatete.wordpress.com

Cute and Chic: cuteandchic.com.br

Almofábrica: almofabrica.com.br

I Love Acessórios: iloveacessorios.tanlup.com

Idealshop: idealshop.com.br

Minimou: minimou.com.br

Loja Cada Qual: Rua Augusta, 2.171 - Jardins - Tel: (11) 2364.7573

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.