'Bico oficial' reduz mortes de agentes

Policiais também morrem mais nos horários de folga. Entre setembro de 2009 e agosto de 2011, de 123 policiais assassinados, 27 estavam em serviço e 96 no horário de folga. E esse número já foi maior. De setembro de 2003 a agosto de 2005, 184 policiais militares foram mortos. A queda de 33% na comparação dos dois períodos é atribuída pela corporação à Operação Delegada, o chamado "bico oficial".

Willian Cardoso, O Estado de S.Paulo

17 Outubro 2011 | 03h02

Convênio da Prefeitura e da Secretaria de Segurança Pública, a Operação Delegada teve início em novembro de 2009 na região da Rua 25 de Março. Nela, policiais recebem para trabalhar em dias de folga - sobretudo no combate aos comércio clandestino.

Segundo a PM, a iniciativa tirou o policial de "bicos" ilegais na segurança privada. "Isso (a Operação Delegada) se refletiu na redução da quantidade de policiais mortos no horário de folga e em maior qualidade de vida aos integrantes da corporação", disse, em nota, a corporação. A PM destaca ainda que, nos bicos, a possibilidade de ser identificado como policial por um ladrão é agravante. O agente vira uma vítima de homicídio em potencial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.