Bico oficial para a Prefeitura reduz em 78% as mortes de PMs durante a folga

Desde o início da Operação Delegada na capital, em 2009, o número de policiais militares mortos em horários de folga caiu 78%, segundo a corporação. Nos primeiros quatro meses daquele ano, quando a operação não existia, 23 policiais morreram fora de serviço. Neste ano, em igual período, foram registrados cinco mortes - 13 casos em 2010.

, O Estado de S.Paulo

30 Maio 2011 | 00h00

A PM atribui essa queda à operação, uma parceria com a Prefeitura em os policiais trabalham nos dias livres para o governo municipal no combate ao comércio irregular nas ruas. Antes, a maioria das mortes durante a folga ocorria nos bicos de segurança, quando o policial fica mais exposto, sem equipamento de proteção, comunicação e apoio operacional. Na Operação Delegada, ele usa a estrutura da PM.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.