Bens de bandidos vão para combate ao tráfico

O Rio Grande do Sul vai usar armas e bens apreendidos de traficantes para combater o próprio comércio ilegal de drogas e auxiliar programas de recuperação de viciados. Os protocolos necessários à iniciativa foram assinados anteontem, no Palácio Piratini, em cerimônia na qual o Estado também aderiu à Campanha Nacional de Desarmamento 2011.

, O Estado de S.Paulo

22 de maio de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.