Benedito Abbud elege o canto mais zen de SP

Conhecido por assinar jardins de grandes empreendimentos comerciais e residenciais, o arquiteto e paisagista Benedito Abbud, de 62 anos, ama o Jardim Botânico de São Paulo, na Água Funda, zona sul.

/ VALÉRIA FRANÇA, O Estado de S.Paulo

25 de maio de 2012 | 03h03

"Sempre que posso vou até lá para sair do meio da confusão do trânsito e do barulho", diz Abbud, que mora nas redondezas do Parque do Ibirapuera e, mesmo assim, sempre que pode vai ao Jardim Botânico.

"Além de ter espécies diferentes de plantas, frequentemente são organizadas exposições de orquídeas nas estufas", conta. Mas, além da natureza, o que também atrai o paisagista é o silêncio do local. "É um lugar onde costumo ir para pensar na vida, tomar decisões, em uma espécie de retiro mesmo. Desligo o celular e, quando saio, estou renovado."

Jardim Botânico: 360 mil m² com vegetação remanescente de Mata Atlântica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.