Beltrame depõe como testemunha na PF

O secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, prestou depoimento ontem como testemunha da investigação da Polícia Federal sobre a suspeita de vazamento de informações pelo delegado Allan Turnowski, ex-chefe da Polícia Civil do Estado. Beltrame reafirmou à PF que não havia passado informações a Turnowski sobre a realização da Operação Guilhotina, que determinou a prisão de 45 pessoas - incluindo 32 policiais civis e militares. Turnowski foi indiciado na quinta-feira sob suspeita de ter avisado o inspetor Christiano Fernandes - preso dia 12 - sobre as investigações.

, O Estado de S.Paulo

23 Fevereiro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.