Ana Paula Niederauer / Estadão
Ana Paula Niederauer / Estadão

Bell Marques estreia no carnaval de São Paulo

Ex-vocalista do Chiclete com Banana arrastou multidão com seus clássicos

Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

09 de março de 2019 | 14h11

SÃO PAULO - O bloco Vumbora, do cantor e compositor Bell Marques, desfilou a neste sábado, 9, último fim de semana de festa pós-carnaval, em frente ao Parque do Ibirapuera, zona sul de São Paulo. Segundo a organização, a expectativa de público para o evento era de 500 mil pessoas. Mas, segundo o Corpo de Bombeiros, 420 mil pessoas acompanharam o bloco.

A concentração aconteceu a partir das 13h na Avenida Pedro Álvares Cabral, em frente ao Obelisco do Ibirapuera e o cortejo seguiu em direção ao Monumento às Bandeiras.

Um dos cantores mais queridos do carnaval de Salvador, arrastando, ano após ano, uma multidão de fãs apaixonados, Marques desembarcou pela primeira vez na folia de São Paulo. Em um desfile programado para mais de 4 horas, o ex- vocalista do Chiclete com Banana trouxe para avenida músicas da turnê 'Só As Antigas'.

Para alegria dos fãs, além dos clássicos como Cara Caramba, Sou Camaleão, Gritos de guerra, o compositor que celebra em 2019 40 anos arrastando multidões em trios elétricos, apresentou em sua estreia em São Paulo as músicas "Vou te amar o ano inteiro" , "B de Bel " e "Cabelo Raspadinho", entre outras.

A engenheira ambiental Michele Domingues, de 30 anos, disse que participou todos os dias dos blocos do pré e pós-carnaval. " O pré e o pós-carnaval estão maravilhosos. Melhor que o Carnaval. A energia está fantástica", disse. Michele contou que é a primeira vez que assiste ao show do Bell Marques. 

Às 15h, o bloco Vumbora começou a percorrer a Avenida Pedro Álvares Cabral.  Marques disse que o paulistano embalado pelos principais hits tinha energia de sobra para curtir o carnaval. 

A chuva rápida que caiu no Ibirapuera não espantou os foliões, que acompanharam o bloco completamente molhados. Marques disse que já estava contagiado e que fazia questão de voltar no ano que vem. "Aqui é alto astral",  disse o cantor. 

Por volta de 16h30, Marques parou a música para chamar a atenção de um folião que se envolveu em uma briga."Aqui é só alegria. Se não vai ficar de boa "vaza", disse o cantor. 

Às 16h40, ao som de Erva Venenosa", o cantor se despediu do público. Marques disse que ainda irá se apresentar neste sábado, 9, no Rio de Janeiro.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.