Bebê que morreu em creche tinha meningite, diz hospital

Laudo do Instituto Médico Legal deverá esclarecer se a doença afetou a morte do garoto na capital

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

05 de agosto de 2008 | 14h45

Um exame realizado pelo Hospital Nipo-Brasileiro no bebê Gabriel Santos Ribeira, de sete meses, que morreu em uma creche de São Paulo, comprovou que ele tinha meningite viral. Ainda segundo o comunicado, só o laudo necroscópico do Instituto Médico Legal (IML) deve esclarecer se a morte do bebê foi influenciada pela meningite.   Veja também: Portão e muro da creche de Gabriel são alvo de pichadores MP acompanha caso da morte de bebê em creche de SP   De acordo com nota divulgada pelo hospital, após a constatação da doença, no último dia 29, os pais foram notificados e um comunicado foi emitido ao Sistema Único de Vigilância Sanitária de Vila Mariana, já que a patologia é de notificação compulsória.

Tudo o que sabemos sobre:
caso Gabriel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.